5 dicas de planejamento financeiro para escritório de arquitetura

68742-x-dicas-de-planejamento-financeiro-para-escritorio-de-arquitetura

Assim como em qualquer empresa, independentemente do porte ou do segmento, o planejamento financeiro é algo indispensável e estratégico para uma boa gestão em um escritório de arquitetura. Ele deve ser elaborado anualmente, sempre visando o futuro do negócio.

Com esse planejamento, é possível prever as entradas de recursos e o quanto custarão as despesas — tanto as fixas como as não fixas. É possível também criar uma estimativa de lucro para aquele período, o quanto será possível investir e o quanto cada trabalho ou cliente gera para a empresa em questão de lucro e prejuízo.

Continue a leitura e confira as 5 dicas de planejamento financeiro para um escritório de arquitetura que preparamos para você!

1. Organização das finanças

Para conseguir elaborar um planejamento financeiro eficiente, é necessário ter todas as finanças organizadas. Isso pode ser feito em planilhas, como as de fluxo de caixa, de contas a pagar, de contas a receber e de controle de conta corrente, por exemplo.

Existem diversas plataformas que podem lhe ajudar a gerar esses documentos, desde o famoso e tradicional Excel até os mais sofisticados e modernos softwares de gestão.

Hoje em dia, é possível organizar as finanças mesmo com alguns toques na tela do celular — usando algum aplicativo voltado para isso. Basta pesquisar o que melhor se encaixa à sua realidade!

2. Adequação dos preços

Encontrar um preço que seja justo para seus clientes e que apresente bons lucros para o seu negócio pode ser uma tarefa complicada — mesmo para os profissionais que já tem anos de experiência.

Para conseguir uma boa adequação dos preços, é preciso antes fazer um levantamento de todos os custos que são gerados pelas atividades e, depois, estabelecer uma margem de lucro que seja satisfatória.

Essa margem de lucro que representa o verdadeiro rendimento dos seus serviços!

3. Lidando com a renda variável

Um dos maiores desafios de ser um arquiteto empreendedor e atuar como profissional liberal é lidar com aquela imprevisibilidade da renda mensal.

Isso torna mais complicado conseguir fazer um planejamento financeiro e assumir compromissos a médio e longo prazo — como o financiamento de um imóvel, por exemplo.

Nesse caso, o controle do fluxo de caixa e dos rendimentos torna-se ainda mais importante, pois é a partir dele que você conseguirá montar um planejamento financeiro para o seu escritório de arquitetura.

Dessa forma, você poderá calcular a média de ganhos mensais e, ainda, terá mais facilidade para tomar uma decisão na hora de parcelar compras. Assim, será possível saber com quanto você pode contar mensalmente!

4. Economizando no escritório de arquitetura

Assim como acontece em nossa vida pessoal ou em uma grande empresa, um escritório precisa receber mais do que gasta — caso contrário, todo o planejamento financeiro será em vão. Por isso, é indispensável que você consiga manter as dívidas do seu escritório de arquitetura sob controle.

Antes de gastar qualquer recurso do escritório, mapeie todos os custos fixos e custos variáveis do seu negócio e avalie se esse gasto realmente é necessário — e se será benéfico de alguma forma para o negócio.

O ideal é que seu escritório se mantenha sempre com o mínimo possível de dívidas para que o lucro possa ser maximizado.

5. Reserva para emergências

Imprevistos acontecem e, para que eles não afetem o seu negócio, é importante estar sempre preparado para qualquer eventual surpresa. Há situações que podem ser realmente catastróficas para um escritório. Para que isso não aconteça, crie uma reserva para as emergências.

Na hora de fazer o planejamento financeiro do seu escritório de arquitetura, além de separar o valor do capital de giro do negócio, também é interessante separar uma quantia para as situações emergenciais.

Fazer um planejamento financeiro não é tão complicado quanto parece, e só tem benefícios a oferecer para seu escritório de arquitetura. Por isso, não deixe de fazê-lo!

E você, quer aumentar sua carteira de clientes? Então confira 7 dicas de sucesso para fazer prospecção de clientes em seu escritório de arquitetura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *