Abrir um escritório de arquitetura em sociedade: saiba se isso é pra você!

blog

Agora que você já se qualificou como profissional e adquiriu certa experiência no mercado, é provável que tenha o desejo de abrir um escritório de arquitetura. Afinal, empreender torna possível construir o próprio sonho. Quem não deseja implantar sua visão de negócio e ganhar dinheiro fazendo o que gosta?

Mas, no Brasil, abrir uma empresa do zero definitivamente não é tarefa simples. Para ajudá-lo a ter sucesso como empreendedor, reunimos aqui dicas importantes. Neste artigo, vamos apresentar os passos necessários para estruturar o seu negócio.

O que é necessário para abrir um escritório de arquitetura?

Lidar com a burocracia é o primeiro obstáculo. Pode ser necessário algo em torno de 50 dias até poder iniciar de fato a prestação de serviços. É aconselhável contar com assessoria jurídica em questões como a elaboração do Contrato Social.

Nesse documento, estarão as regras de funcionamento da empresa, inclusive quanto ao relacionamento entre os sócios. Mas deste aspecto, em particular, trataremos mais adiante.

Além do Contrato Social, você precisa:

emitir o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ);
obter autorização da Prefeitura para endereço onde será a sede da empresa;
fazer o registro no Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA).
Outro profissional que você precisa contratar nesse momento é um contador — especialmente para orientá-lo em questões tributárias, como a escolha entre o regime de lucro real ou lucro presumido, micro ou pequena empresa, entre outros assuntos.

O que avaliar antes de estabelecer uma sociedade?

É comum, especialmente ao abrir a primeira empresa, que isso ocorra por meio de uma sociedade. Além de dividir o investimento que será necessário para iniciar o negócio, ter um ou mais sócios com visões e capacidades complementares pode trazer muitos benefícios.

Mas é importante que desde o princípio tudo seja muito bem discutido. Afinal, em uma relação com tamanha importância, a convivência precisa ser harmoniosa e produtiva. Deve-se formalizar as responsabilidades e direitos de cada um na parceria.

Em uma sociedade, torna-se fundamental ter habilidade de ouvir e de entender os desejos e expectativas de cada parte, apaziguando discordâncias e buscando sempre o entendimento. Será necessário lidar conjuntamente em questões complexas, tais como estratégias comerciais, planos de investimento, gestão da equipe.

Por isso, muito além de ter afinidades pessoais, é essencial que os parceiros tenham capacidade de trabalhar em sintonia.

O que é importante para a estrutura?

Quando tem o próprio negócio, além das competências técnicas para realizar bons projetos, o arquiteto precisa de habilidade comercial para captar novos clientes. E a estrutura do seu escritório vai influenciar muito isso.

Além de uma localização adequada, você deve oferecer aos visitantes um ambiente agradável que seja propício à concretização de bons negócios. Mas, para isso, será preciso recursos financeiros. E não se esqueça de reservar capital de giro para suportar os custos operacionais (aluguel, telefone, luz, água, salários e encargos) e investimentos em marketing por, pelo menos, seis meses.

É importante planejar se haverá necessidade de reforma do imóvel, a compra de móveis, computadores, softwares, ar condicionado, itens de decoração e até utensílios para cantina e banheiros. Por isso, saiba negociar valores e condições de pagamento compatíveis com suas possibilidades.

Tomando esses cuidados, serão maiores as chances de ser bem-sucedido no seu negócio. Sabendo conduzir a realização do seu sonho, você evitará muitos problemas.

Gostou das dicas? Gostaria de acrescentar alguma sugestão ou esclarecer dúvidas? Conta pra gente nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *