Atenção: 6 dicas essenciais para não errar na cor do rejunte

100915-atencao-6-dicas-essenciais-para-nao-errar-na-cor-do-rejunte

Na hora de construir ou reformar, cada detalhe do projeto importa para que o ambiente fique exatamente como o esperado. Depois de escolhidos os acabamentos, é importante se atentar a outro elemento da obra que pode oferecer harmonia em todo o espaço: a cor do rejunte.

O rejunte é uma argamassa usada no preenchimento de espaços entre as peças do acabamento, e serve para protegê-las e apoiá-las. Portanto, sua cor deve estar em sintonia com essas peças, seja para dar uniformidade ou gerar contraste.

Quer saber como escolher a cor do rejunte ideal para o seu projeto e evitar surpresas desagradáveis na finalização da obra? Então confira nossas dicas.

1. Pense em qual efeito deseja para o ambiente

Antes mesmo de escolher a cor do rejunte, é preciso pensar na intenção do projeto: a ideia é harmonizar todo o ambiente, dando a impressão de continuidade, ou gerar contraste entre o fundo e as peças, destacando-as? É só depois de planejado o efeito que se espera do rejunte que você vai partir para a escolha da cor.

2. Deixe o ambiente uniforme para aumentar a amplitude

Se a intenção do projeto é obter um efeito uniforme no espaço, então a melhor ideia é escolher rejunte da mesma cor das peças de acabamento. Seja no piso ou na parede, a uniformização das cores faz com que as peças pareçam apenas um bloco, dando a sensação de continuidade e amplitude.

Para aumentar esse efeito de amplitude, opte por cores claras tanto no acabamento quanto no rejunte. A uniformidade dos tons claros cria um espaço harmônico ao unir tudo em um único plano de cor, e ainda ajuda na iluminação.

3. Jogue com os contrastes para destacar as peças

Agora, se a intenção é dar destaque às peças do revestimento, uma boa ideia é optar por rejuntes que ofereçam contraste. Utilizar cores opostas ao porcelanato, por exemplo, chama a atenção para o chão ou a parede e ressalta os detalhes das peças utilizadas, como suas bordas, desenhos e textura.

A dica é escolher rejuntes escuros, como preto-grafite ou marrom-café, com revestimentos claros, e rejuntes claros, como off-white ou azul claro, em pisos e azulejos escuros.

Outra ideia é utilizar cores opostas do círculo cromático, como rejunte azul-celeste em revestimentos de tons alaranjados. Com o contraste gerado, você evidencia o layout das peças e leva personalidade ao ambiente.

4. Utilize tons neutros em ambientes formais

Para aqueles espaços mais formais, a melhor opção são os rejuntes de tons neutros, como cinza e suas variações, branco, off-white, bege e creme. Assim, as peças do revestimento ficam discretas e o ambiente torna-se sóbrio e tranquilo.

5. Busque por rejuntes que não evidenciem marcas de sujeira

Em regiões com muita poeira, como cidades litorâneas, onde a areia pode invadir as casas, assim como regiões úmidas, em que pode ocorrer a proliferação de fungos e musgos, a melhor opção será por aqueles rejuntes que não evidenciem a sujeira e não fiquem manchados. Nessas situações, portanto, opte por tons mais escuros para disfarçar.

Já para evitar manchas, o ideal é não utilizar o rejunte branco no piso, uma vez que essa parte da casa entra frequentemente em contato com sujeiras. Nesse caso, prefira os tons off-white. Na parede, entretanto, o branco pode ser utilizado sem medo.

6. Atente-se para as cores da embalagem

Para evitar enganos e frustrações, recuse escolher a cor do rejunte através de uma cartela de cores. Essas cartelas, em geral, apresentam tons mais vivos que os reais e não correspondem com o que se conseguirá na obra. Portanto, para saber exatamente qual a cor do rejunte, peça uma amostra ao vendedor ou aos seus fornecedores.

Busque sempre levar dois pedaços de cada peça diferente de revestimento e, na loja, fale para o vendedor colocar o rejunte entre elas. Assim, você saberá o resultado da combinação antes mesmo de instalar qualquer peça.

Seguindo nosso passo a passo, você terá todo o suporte necessário para escolher a cor do rejunte ideal para o seu projeto, garantindo qualidade e sofisticação. Quer receber mais dicas exclusivas como essas? Assine nossa newsletter e fique por dentro das maiores novidades sobre arquitetura e construção!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *