Confira 4 ferramentas de gestão que não podem faltar no escritório de arquitetura

108442-confira-4-ferramentas-de-gestao-que-nao-podem-faltar-no-escritorio-de-arquitetura

Gerenciar um escritório de arquitetura não é uma tarefa simples, muito pelo contrário, é um grande desafio que existe bastante dos arquitetos. Para que o escritório se destaque no mercado e mantenha bons resultados, é fundamental não somente entregar aos clientes projetos de qualidade, mas também gerenciar corretamente o negócio.

Muitos arquitetos e empreendedores buscam novas formas de inovar no escritório, sempre no intuito de reduzir os custos e aperfeiçoar o negócio de forma a proporcionar melhores ganhos.

Caso você esteja em busca de um controle mais eficaz e deseje melhorar a forma de gerenciar o negócio, continue a leitura deste post! A seguir listamos 4 ferramentas de gestão que não podem faltar no seu escritório de arquitetura!

1. Ciclo PDCA

Essa ferramenta de gestão e melhoria contínua é uma das mais conhecidas e utilizadas em todo o mundo. O Ciclo PDCA (Plan, Do, Check, Act, ou Planejar, Fazer, Checar, Agir) é uma técnica de gerenciamento e qualidade total amplamente aplicada. O PDCA permite que os arquitetos realizem melhorias no escritório e também avaliem e aperfeiçoem vários projetos.

Por meio do ciclo é possível verificar a eficácia dos planos de ação utilizados no escritório, monitorar as mudanças e as melhorias aplicadas e checar se os problemas de gestão do escritório estão sendo devidamente solucionados. Além disso, o PDCA é fundamental para os processos de melhoria contínua do negócio.

2. Análise SWOT

A análise SWOT, conhecida por muitos como matriz SWOT, é uma ferramenta que tem como objetivo auxiliar o planejamento estratégico do negócio e ajudar no seu crescimento e desenvolvimento.

O acrônimo SWOT é proveniente do inglês: Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças). Por meio dessa ferramenta de gestão os arquitetos podem se aprofundar no conhecimento do escritório e realizar uma análise do mercado, permitindo que sejam tomadas decisões mais acertadas.

A matriz SWOT permite que os arquitetos analisem os pontos fracos e fortes do escritório, ajudando a superar os riscos e contornar as ameaças. Isso ajuda a aumentar as oportunidades de sucesso do negócio.

3. Diagrama de Ishikawa

O Diagrama de Ishikawa, mais conhecido como Diagrama de Causa e Efeito ou Diagrama Espinha de Peixe, também é uma das ferramentas de gestão que não podem faltar em um escritório de arquitetura.

Esse famoso ciclo tem como objetivo direcionar o raciocínio lógico do time no escritório e ajudar nas discussões e na busca da causa raiz de falhas.

Não existem limites para a aplicação do Diagrama de Ishikawa, podendo ser utilizado tanto para a gestão do escritório quanto no ato da criação de um projeto arquitetônico.

4. Software de gestão

Por último, é fundamental que os arquitetos utilizem um software de gestão no escritório. Por meio de uma plataforma é possível controlar todos os detalhes do negócio. Um software de gestão permite o cadastro e o controle de clientes, o gerenciamento das vendas de projetos, o controle financeiro do escritório, entre outros.

O uso de uma solução integrada de gestão reduz consideravelmente a possibilidade de erros, garante que as informações entregues aos clientes sejam sempre corretas e reduz o tempo gasto com processos e tarefas gerenciais.

Agora que você já sabe quais são as ferramentas de gestão que não podem faltar no seu escritório de arquitetura, não deixe de assinar a nossa newsletter e ficar por dentro das melhores dicas para o seu negócio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *