Iluminação na decoração: 5 dicas para valorizar a luz do seu ambiente!

blog

Usar a iluminação correta dentro de um projeto de interiores é essencial não só para o conforto visual da obra, mas também apresenta função decorativa, realçando os elementos arquitetônicos e os detalhes do ambiente. Um arranjo de luzes diferente muda totalmente a proposta do espaço, podendo ser alegre, aconchegante, romântico ou intimista. Sendo assim, iluminação e decoração tem que andar uma ao lado da outra sempre para proporcionar equilíbrio ao lugar.

Pensado nisso, nós preparamos 5 dicas que vão ajudá-lo a valorizar a iluminação na decoração de seus projetos. Confira!

1. Opte por cores claras e cortinas leves

Pintar as paredes com tons mais claros, bem como utilizar cortinas mais leves nas janelas garante harmonia e sensação de tranquilidade ao ambiente, permitindo que a luz natural do dia seja capaz de iluminar todo o local. Além de economizar energia elétrica, outra vantagem, no caso das cores claras, é deixar o local mais fresco, pois paredes com cores mais escuras exigem compensação com iluminação mais forte.

2. Insira lâmpadas cênicas no projeto de iluminação

Uma tendência em projetos de iluminação e que vem ganhando muitos adeptos é o uso de lâmpadas cênicas. Pretende dar destaque para algum detalhe da decoração? O uso de iluminação direta foca o que tem de mais charmoso no ambiente, enquanto a iluminação indireta realça particularidades sem focar um ponto em específico.

Um lavabo — ambiente que permite mais descontração e desprendimento na hora de decorar — em que se deseja destacar uma bancada de mármore, pode se priorizar a iluminação direta ao longo da bancada. Em contraponto, a iluminação indireta pode ser usada no espelho, em um lavabo que o objetivo é realçar a parede da pia.

3. Recorra a pedras retroiluminadas

Alguns tipos de mármore, como o ônix e o slimstone (combinação de pedras, geralmente mármore ou granito), vêm sendo amplamente utilizados na decoração junto à retroiluminação, que consiste em iluminar essas pedras pela parte de trás, devido à transparência que elas têm.

Esses materiais que, sozinhos, já garantem requinte à decoração, aliados à retroiluminação, criam efeitos fascinantes e têm uma grande aplicação, como por exemplo, uma mesa de centro com tampo em mármore, um balcão de cozinha em ônix, um banheiro com a bancada feita em ônix ou então painéis de slimstone decorando a sala de estar.

4. Atenção à temperatura da iluminação na decoração

É necessário que a temperatura da iluminação seja compatível ao tipo de uso do ambiente. Assim, lugares em que o descanso são mais importantes, como na sala de estar e nos dormitórios, são recomendadas lâmpadas de luminosidade amarelada, pois elas costumam ser mais quentes. Já em espaços voltados ao trabalho, como por exemplo, os escritórios, devem ser usadas lâmpadas de luz branca.

5. Cuidado com o ofuscamento

Olhar diretamente para um ponto de luz nem sempre é agradável e, às vezes, acontece involuntariamente. Por isso, para evitar esse tipo de situação é importante tomar cuidado para que, em projetos, se evite colocar fontes de luz intensa próximas a materiais extremamente reflexivos, como por exemplo, os espelhos.

E aí, te ajudamos a entender mais sobre iluminação na decoração? Quer ficar ainda mais situado nas tendências? Então leia nosso artigo e saiba por que entrar na tendência das mesas de tampo de mármore!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *