Setor de RH: por que o seu escritório de arquitetura deveria ter um?

Setor de RH

Se antigamente o setor de RH era chamado de departamento pessoal e se limitava à contratação e demissão de funcionários, hoje a área tem importância fundamental nas empresas, sendo responsável por diversas funções.

Em escritórios de arquitetura, isso não é diferente: o setor de recursos humanos é uma peça-chave para a contratação e retenção de talentos e para o crescimento da empresa.

Quer entender a importância do setor de RH e conhecer mais motivos para investir nessa área no seu escritório de arquitetura? Confira as principais atribuições desse departamento:

A importância do setor de RH

Nos últimos anos, o RH tem passado por grandes mudanças, e essa evolução se traduz em uma nova postura frente à equipe: os funcionários, agora chamados de colaboradores, são considerados parceiros estratégicos para a organização.

Por isso, não importa o tamanho do escritório ou quantos profissionais ele emprega, o setor de RH pode contribuir muito para o crescimento dos negócios.

A principal vantagem de contar com uma área específica para cuidar das responsabilidades administrativas é permitir que o gestor ou administrador possa focar sua atenção em seus próprios projetos, aumentando a produtividade, a lucratividade e a eficiência na área técnica.

6 motivos para investir no RH do seu escritório de arquitetura

Elaboração do plano de cargos e funções

Uma das principais responsabilidades do departamento é elaborar uma política de carreira para os colaboradores do escritório, definindo cargos, funções e remuneração.

Essa estratégia é essencial para que os profissionais se mantenham motivados, engajados e em constante desenvolvimento dentro da empresa. Um bom plano de carreira ajuda a reter talentos, algo indispensável na área da arquitetura.

Planejamento dos processos seletivos

Seja para uma organização grande ou um pequeno escritório, o processo de recrutamento de funcionários passa por diversas etapas, como:

  • definição das qualificações e habilidades básicas para o cargo em aberto;
  • anúncio da vaga em jornais, na internet ou em agências especializadas;
  • triagem dos currículos;
  • entrevista e a aplicação de testes, dinâmicas de grupo ou provas para os candidatos;
  • análise dos dados e seleção dos candidatos mais qualificados;
  • feedback aos candidatos reprovados;
  • contratação do profissional escolhido.

Todas essas etapas demandam tempo e dedicação, e devem ser executadas pelo setor de RH dentro de um cronograma elaborado em conjunto com os demais setores do escritório.

Organização de treinamentos

A arquitetura está em constante evolução, e se manter atualizado sobre práticas e tendências modernas, inovadoras e sustentáveis é essencial para o trabalho de arquitetos e técnicos da área.

Uma boa forma de fazer isso é por meio da educação continuada, estimulando a participação dos colaboradores em cursos, palestras, workshops, congressos e aulas livres.

O setor de RH é o principal aliado do gestor nesse aspecto, já que pode organizar treinamentos e divulgar iniciativas interessantes aos funcionários da empresa.

Controle da rotina de trabalho da empresa

Uma das atribuições mais importantes do setor de RH é garantir o bom funcionamento do escritório, organizando as demandas relativas aos funcionários. Entre elas, destacam-se:

  • pagamentos e bonificações;
  • atestados médicos e licenças;
  • calendário de férias e feriados;
  • controle de horas extras, banco de horas, folgas, atrasos.

Com todas essas tarefas do dia a dia atribuídas a um setor específico, o gestor tem mais liberdade para cumprir suas funções, fazer networking e se dedicar integralmente aos clientes e seus projetos.

Suporte aos demais setores do escritório

Além de todas as suas atribuições, o setor de RH deve se manter atualizado sobre as atividades de todos os departamentos da empresa, buscando auxiliar na resolução de problemas, orientar os funcionários e coordenar o quadro de colaboradores de forma a aumentar a produtividade e a satisfação de todos.

O setor de recursos humanos também é imprescindível para o bom funcionamento das rotinas do escritório de arquitetura e para a organização da documentação da empresa, além de contribuir para o cumprimento das normas de segurança do trabalho e das exigências legais brasileiras.

Gostou dese post e quer saber mais sobre a organização de um escritório de arquitetura? Veja 3 dicas importantes de contabilidade para arquitetos que você precisa conhecer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *