Conheça os maiores prédios de São Paulo

135583-conheca-x-grandes-predios-de-sao-paulo

A cidade de São Paulo é muito conhecida por seus grandes e icônicos prédios. Muitos deles são assinados por arquitetos de renome e tornaram-se referência para a área. De tamanhos e formas exuberantes, eles atraem a vista de moradores e visitantes, servindo inclusive de cenário para filmes e novelas.

O que poucas pessoas sabem é a história por trás dessas obras. Neste texto, vamos contar um pouco sobre as características de 3 grandes prédios de São Paulo. Confira!

Edifício Copan

Projetado em 1951 por Oscar Niemeyer, o Edifício Copan está localizado na área nobre da cidade, no bairro República. Na época, foi considerado “a obra do século” e também conquistou renome mundial ao entrar para o Guiness Book. Foi eleito o maior prédio residencial da América Latina. A obra demorou 10 anos para ficar pronta, necessitando da participação de várias construtoras.

O Copan possui 115 metros de altura e 120 mil metros quadrados de área construída, distribuídos em 6 blocos. Ao todo, são 1.160 apartamentos divididos em 35 andares, com 5 mil moradores, além de salas, lojas e restaurantes no térreo. No topo tem-se uma  visão de 360 graus de São Paulo. Sem dúvidas, um marco na arquitetura moderna.

Edifício Louveira

Projetado em 1946 e inaugurado em 1949, o prédio está localizado no bairro Higienópolis e tem assinatura dos arquitetos João Batista Vilanova Artigas e Carlos Cascaldi. É composto por duas torres, uma com 6 e outra com 7 andares, divididos dessa forma devido ao declive do terreno. Mas aparecem na mesma altura para quem os visualiza pela Praça Vilaboim.

Seu grande diferencial é a integração dos espaços público e privado,em virtude do pátio interno, com livre circulação de moradores e pedestres. Os jardins internos parecem fazer parte da Praça Vilaboim, compondo um espaço harmonioso. Os apartamentos do Louveira estão entre os mais cobiçados do bairro.

Edifício Saint-Honorè

João Aratacho Furtado é o autor desse projeto arquitetônico, um dos ícones da verticalização da Avenida Paulista. Imponente e com formato em “L”, chama a atenção devido aos seus jardins no térreo e pela majestosidade do empreendimento. Demorou cerca de 10 anos para ficar pronto e foi inaugurado na década de 60. Um sucesso na época, sendo 100% dele vendido na planta.

Possui 25 andares, com 6 apartamentos por andar e longas sacadas. As formas geométricas e cores das colunas e escadas embelezam e dão forma ao edifício. A área verde é um verdadeiro oásis no coração da cidade e oferece bom gosto e qualidade de vida a seus moradores. A estrutura neoclássica desse prédio é sinônimo de requinte.

As obras desses profissionais renomados tornaram-se referência para os arquitetos contemporâneos. Seus espaços generosos e fachadas ousadas dão forma à cidade e encantam quem vive ou passa por ela. É por isso que os prédios de São Paulo funcionam como cartões-postais, trazem modernidade e são fontes de inspiração para os profissionais que querem se destacar no mercado.

Gostou da nossa seleção? Então compartilhe esse texto nas suas redes sociais e impressione seus amigos com ótimos exemplos da arquitetura!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *